NewsLetter
[X] Fechar

Seu nome:

Seu email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Cinzas e cizânias...

Telegram Whats Twitter Email Mapa de imagens. Clique em cada uma das imagens
quarta-feira, 2 de março de 2022 - 17:44
putin and merkelAcabou-se o carnaval. Pelo menos, para aqueles mais ocupados. Pros demais, aquela esticadinha até o final de semana, que ninguém é de ferro, né?

Como era de se esperar, a festa foi uma lindeza, a julgar pelos vídeos e fotos que circularam por aí: gente mijando no muro, transando atrás dele, vomitando na calçada, tudo em lindas aglomerações (do bem) e, claro, sem máscaras, tirando as de foliões, comuns nessa época. Não decepcionou a segunda festa mais democrática do Brejil, perdendo apenas pras nossas seguríssimas eleições.

Tudo sob os aplausos da inpremça brejileira, a mesma que ovulou com governadores e prefeitos botando quente em velhinhas por andarem de manhã na pracinha vazia, surfistas por nadarem sozinhos na praia e corredores da madrugada isolados no calçadão.

A festa foi tão bonita que até a COVID resolveu dar uma folga pros foliões. Claro que pra reaparecer com força total depois do carnaval, pois aposentadoria, mesmo, nossa amiga só vai ganhar depois que Painho, o líder das pesquisas com 171% das intenções de voto, voltar. Depois disso, a doença que matava quem fosse na lixeira jogar lixo fora virará "apenas uma marolinha". Ou "uma gripezinha".

Eu, assim como o resto do mundo, fiquei chocado com a invasão da Ucrânia pela Rússia. Evito comentar coisas das quais não tenho conhecimento, mas uma notícia que li em algum lugar ou que alguém compartilhou comigo, não me lembro bem, dizia que este ataque vem sendo planejado há oito anos. Ao tomar conhecimento disso, fiquei pensando:

Se essa notícia é verdade, quem realmente acha que o Putin não vai fazer outra coisa, ao saber das "sanções" que quer lhe impor o Ocidente, senão morrer de rir? Ou alguém acha que um cara levaria oito anos preparando um troço dessa magnitude pra não saber exatamente quais seriam as possíveis consequências?

Se essa notícia é mentira, quem foi o "jênio" que teve a brilhante ideia de convidar a Ucrânia pra OTAN? Não entendo nada de política internacional, mas não parece claro que é desse ser iluminado a culpa por essa merda toda? Ou dele ou do Bolsonaro, claro!

Em qualquer das duas hipóteses, uma outra pergunta me vem à cabeça torta:

Por que se passaram os anos de governo Trump sem que o Putin se fizesse de besta?


Olhe as reações à invasão no mundo ocidental: cantar Imagine na frente da embaixada, iluminar as prefeituras das cidades com as cores da Ucrânia, parar a importação de vodca russa... enquanto a China diz que aquilo não foi nem uma invasão...

Voltando à resposta pra minha pergunta: com o Trump ele não se fez de besta porque como diz o ditado: fraqueza atrai agressividade. Se o ditado for correto como eu acho que é, podemos dizer, analogamente, que força atrai cortesia, ou pelo menos, respeito, não? Convenhamos, não precisa ser o analista internacional mais bem informado pra sacar isso, é uma conclusão óbvia...

E outra: enquanto o Ocidente se preocupava quase que exclusivamente com questões de gênero, racismo, feminismo, homofobia, desvirtuando completamente qualquer discussão séria sobre esses (importantes) assuntos, o que faziam russos e chineses? Os russos criavam super-soldados e os chineses incentivavam a masculinidade dos meninos, essa masculinidade que a inpremça condena quando um presidente conservador a exalta, mas que quando é o governo chinês a enfatizar sua necessidade, finge que não viu e faz aquela cara de quem peidou no elevador...

Acha que isso é fake news? Digite "super soldado rússia" ou "china escola maricas" no googa...

Voltando aqui à nossa querida Terra Brasilis, teve uma jornalista de uma famosa rede de tv que postou um vídeo (e depois apagou, pelo jeito) exaltando os comentários de Painho sobre a crise no Leste Europeu. Confesso que, fraco de estômago como sou, não aguentei assistir nem a 5’’.

Se muitos viram a postagem do vídeo como uma coisa ruim, porque mostraria, mais uma vez, a falta de isenção do (morto, mas por outras causa mortis) jornalismo profissional tapuia, eu, ao invés disso, vislumbrei um lado bom: a estas alturas até o Stevie Wonder consegue ver de que lado os jornalistas da grande mídia estão.

E por que acho isso bom (ótimo na verdade)? Porque vídeos assim fazer cair todas as máscaras da isenção do jornalista! Ao contrário aliás, do seu centro, igreja, local de culto ou escola dos seus filhos, onde as máscaras continuam obrigatórias, seguindo os mais rígidos padrões de siêmsia.

Ou seja, a partir de agora, o lado cada dia mais escancarado dos jornalistas tupiniquins só engana mesmo quem já queria se enganar antes.

Isto quer dizer que eu acho que o jornalisto não tem direito de ter opinião e de expressá-la? Claro que ele tem, como quase todos nós! O direito que ele não tem é de tentar enganar o público com uma isenção que ele nunca teve! E a postagem de vídeos assim deixam essa intenção de enganar clara como a luz do dia!

Pra finalizar, uma reflexão: o quão fodido um país está quando é colocada à frente da discussão política uma sujeita cuja maior virtude é rebolar o ás-de-copas e que até ontem não sabia pra que serviam os três poderes da república?

Fonte: Coelho de Programa

Leia mais sobre: carnaval, covid, ucrânia, rússia, putin, trump

Comentários

Quer comentar? Clique aqui para o login.
Copyright © Marcelo Coelho