Coelho Dizeres Computador
[X] Fechar

Já conhece a NewsLetter do CoelhoDePrograma? Clique aqui e assine!

Só demora 30 segundos para se cadastrar e você recebe nossas notícias por email!

Seu nome:

Seu email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Treine sua mente além do seu corpo e corra melhor
Enviar por email Compartilhe no Twitter

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018 - 14:34
eu correndoFala, galera! Quem está ou já esteve treinando para uma maratona conhece a máxima: Maratona é tanto cabeça quanto pernas. E é verdade.

Não sei quanto a você, mas comigo já aconteceu muitas vezes: O treino tá lindo, rendendo benzaço, daí acontece alguma coisa dentro da sua cabeça, como um pensamento negativo, por exemplo.

Nesse momento, acontece algo que parece uma maldição: as pernas pensam como chumbo, o corpo inteiro grita pra abortar o treino/prova e ir pra casa e você fica puto da vida por ter estragado seu treino/prova.

Quem de nós já não passou por isso?

Pois bem, reinaugurando as traduções, trago hoje esse artigo do excelente site MotivRunning que cita esse sentimento e dá algumas dicas legais de como lidar com ele.

Vamos dar aquela lidinha moderna? mrgreen
"Eu nunca vou ganhar, então por que me incomodar?"
"Eu não pareço um corredor".
"Não posso fazer isso. Correr é muito difícil."

Se algum desses pensamentos negativos parecer familiar, você precisa de um ajuste de atitude! (Eu não estou julgando, eu preciso de um também às vezes!) Vamos começar com um aviso: você é um corredor, você pode fazer isso, e sim, correr pode ser difícil. Mas você é durão... porque você é um corredor!

Duvidar de si mesmo é normal, especialmente quando você começa a definir metas e ir além da sua zona de conforto, como é frequentemente o caso ao correr mais rápido e mais longe. Embora exista valor em ser realista sobre nossas habilidades (excesso de confiança e expectativas irreais sobre nossa capacidade podem afetar negativamente o desempenho), deixar os pensamentos negativos se concretizarem e prosperarem afetará negativamente nossa felicidade global e desempenho atlético. Esses pensamentos inferiores também podem afetar sua saúde e não de uma maneira boa.

Pensar positivamente é um traço aprendido e leva algum trabalho, diz Deena Kastor, três vezes recordista olímpica americana na maratona e meia maratona.

"Nossas mentes podem ser a nossa maior líder de torcida e a maior fonte de energia. Tentando mudar essa perspectiva para ser nossa maior líder de torcida é apenas conosco. É algo que tem que vir de dentro.", diz Kastor, que está escrevendo um livro sobre esse mesmo tópico (Let Your Mind Run, a partir de abril de 2018)

Um exemplo simples é o desejo de queixar-se de correr uma subida, prova ou treino de velocidade antes de chegar a ele. Se você entrar no desafio com uma mentalidade negativa, sentirá o trabalho mais difícil. Mudar a mentalidade para se concentrar no cenário, fracionar a subida em seções menores ou mesmo pensar em quão feliz você será depois que o desafio estiver feito tornará a experiência mais agradável e produtiva.

"Nossas mentes são o catalisador de tudo o que fazemos. Cada pensamento que temos nos prepara para o que vem depois", diz Kastor.

Kastor passou sua carreira como corredora de elite e se beneficiou muito com o poder de ser positiva, mas seu conselho é especialmente importante entre corredores medianos. Você precisa construir hábitos enraizados na positividade.

Estudos demonstraram que os atletas que praticam regularmente a fala positiva para si mesmos têm mais autoconfiança e reduzem a ansiedade pré-evento. Outro estudo, este da Universidade de Teerã, concluiu que aqueles que usam fala motivacional para si mesmos têm tempos de reação mais rápidos em tarefas esportivas específicas.

Você pode ser positivo a qualquer momento - pense nisso ao longo do dia ou faça disso um foco comprometido. Kastor recomenda começar quando a vida está boa. Desta forma, é uma mudança de perspectiva mais fácil e se torna um hábito mental, assim como escovar os dentes. Dessa forma, quando tiver desafios pela frente, você será capaz de lidar com eles com uma perspectiva mais positiva. Para os corredores, estar lesionado é um bom exemplo. É fácil ver tudo o que está perdendo e o trabalho que você tem que fazer. Em vez de se preocupar com o que você perdeu, esteja entusiasmado com o progresso que você fez no processo de crescimento e os desafios que você enfrenta.

Se ser positivo através do esporte não faz isso por você, considere colocar uma atitude mais positiva na vida pela sua saúde. Outro estudo recente descobriu que as mulheres que estavam otimistas (desculpe, gente, mas neste estudo só havia mulheres) tinha um risco reduzido de morrer de grandes causas de morte, como câncer, doenças cardíacas e infecção.

5 dicas para minha positividade
Com base no conceito de que a positividade é um traço aprendido, aqui estão as cinco principais dicas de Deena Kastor para tirar o máximo proveito do funcionamento e da vida.

Apenas acredite: A crença é uma palavra muito forte. Você não só precisa acreditar que é capaz de atingir seus objetivos, precisa acreditar que você é capaz de trabalhar para isso e que é merecedor dos resultados do seu árduo trabalho.

Defina metas e pontos de referência: Ao estabelecer metas, crie etapas menores e checagens ao longo da jornada. Realizar metas menores é um reforço positivo efetivo no caminho para objetivos maiores. Pense neles como pequenas recompensas. Talvez você queira correr um quilômetro sem parar ou completar seus primeiros 5K. Trabalhe nessa mentalidade de reconhecer quando você chegar a cada etapa. É ainda mais importante celebrar cada passo ao longo do caminho, porque você se sente menos derrotado se de alguma forma está aquém do seu objetivo principal. O processo em si ainda é positivo.

Faça seu objetivo ser recompensador: Você corre e treina porque gosta e faz você se sentir bem. Não é castigo e não é sofrimento. Olhe como oportunidade em vez de obrigação. Você deve gostar de poder trabalhar em direção a um objetivo significativo.

Mantenha um registro de treinamento: Além de registrar treinos, registe algo bom de cada treino. Se a corrida foi especialmente desafiadora, comente sobre as flores que você viu ao longo do caminho, como seus calçados se encaixam ou o quão bom o dia foi. O objetivo é tornar o processo gratificante todos os dias. Quando você está trabalhando duro e você está cansado ou até dolorido, pode ser fácil deixar-se entrar no ciclo da queixa de todos os dias. Às vezes, quando estamos crescendo, não fazemos uma pausa para perceber que o que estamos fazendo é extraordinário. Você está trabalhando duro e tentando tirar o melhor de si mesmo, e um registro de treinamento prova isso.

Revele-se mentalmente e fisicamente: É importante manter as coisas em perspectiva, aproveitar o processo e apreciar até onde você chegou. Se pudermos nos exibir qualquer dia com uma mentalidade 100 por cento positiva, obteremos 100 por cento do que podemos dar fisicamente. Nossa mentalidade é o catalisador para alcançar nosso potencial.
E então, gostou? Eu achei as dicas bem interessantes! mrgreen

Abraços e beijos a todos e até a próxima!

Fonte: Motivrunning.com (tradução)

Leia mais sobre: corrida, maratona, mente

Assine a NewsLetter do CoelhoDePrograma e não perca mais nenhum artigo!

Gostou da matéria? Comente logo abaixo! mrgreen

Copyright - Marcelo Coelho