Coelho Dizeres Computador
[X] Fechar

Já conhece a NewsLetter do CoelhoDePrograma? Clique aqui e assine!

Só demora 30 segundos para se cadastrar e você recebe nossas notícias por email!

Seu nome:

Seu email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Run, Rabbit, run!



segunda-feira, 28 de janeiro de 2013 - 10:42
Antes e depois!Decidi reproduzir aqui no site a matéria que o Bruno, do DeGordoAAtleta, me pediu e também usar esse espaço para discutir assuntos de corrida:

Bom, antes de tudo, deixa eu me apresentar: Meu nome é Marcelo Coelho, 44 anos (completo hoje, 23/01), umbandista, vascaíno, casado, analista de sistemas. E ex-fumante. Aí começa a história, que é igual à de tanta gente, sobretudo de força de vontade.

Fui fumante desde os 16 anos (portanto por mais de 27). Decidi parar na raça, sem chiclete, adesivo de nicotina, nada. Consegui em 21/04 (dia do aniversário de Benedito, meu filho mais novo), mas engordei 6 kg em 5 meses, chegando aos 87, sendo que mesmo quando era fumante eu já estava acima do peso para minha altura (1,63m).

Decidi entrar numa academia em setembro/2012 para perder o peso extra. Junto com a musculação, "aquecimento" na esteira, onde no começo, eu sofria pra conseguir andar e caminhar 30 minutos. Com o tempo, vi que dava conta de correr um pouco, e isso foi me animando, ao mesmo tempo em que correr na esteira se revelou meio chato pra mim.

Daí, decidi, "empurrado" pela minha esposa (a grande "culpada" de tudo de bom que tem acontecido comigo ultimamente!), me matricular numa Assessoria (Andrei e Thiago, obrigado por tudo!) e tentar correr no Circuito Athenas daqui de Brasília, que, aliás, foi no dia do aniversário da minha esposa. Foi bem legal, levei até cartaz escondido no bolso da bermuda para exibir na chegada, hehehe

Cartaz que fiz para a Carla no Circuito Athenas, que foi no aniversário dela

Claro que nem tudo foram flores, pois se todo começo de qualquer nova atividade é penoso, que dirá uma atividade física! Tive uma dorzinha de tornozelo e fui a um médico de emergência, que prontamente olhou o Raio-X e me desenganou: "Acho melhor o senhor tentar outro esporte!". Só faltou me dizer que meu esporte outro era o gamão, hehehehe. Rio agora, mas foi um momento dificílimo! "Demorei tanto pra me achar num esporte e o cara me desengana desse jeito?", eu pensei. Mas logo, logo, fiquei sabendo que há ortopedistas e "ortopedistas". Fui a um outro, que teve a sensacional, brilhante e inimaginável ideia de pedir uma ressonância magnética (UAU!) e constatou que meu problema era apenas uma inflamação no tornozelo. Gelo, anti-inflamatório, fisioterapia e em dez sessões, estava pronto pra outra! Esse foi o único momento ruim até agora nessa jornada.

Muitos se perguntam (e me perguntam) qual é o maior ganho de praticar exercícios regularmente. Bom, no começo, entrei nessa para perder 6 kg. Já os perdi, mas por incrível que pareça, isso passou a ser secundário, pelo menos para mim, pois o maior ganho que tive foi com qualidade de vida: Auto-estima, disposição, sono, humor, pró-atividade, tudo isso foi muito melhorado com a corrida! A mudança "por dentro" (e sem endoscopia, hehehe) foi tão radical que minha esposa costuma dizer que desde que entrei na Academia (e mais ainda desde que comecei a correr) ela ganhou um novo marido!

Sou meio avesso a qualquer tipo de doutrinação e também querer ser exemplo pra ninguém, mas uma coisa posso dizer: Se eu, que não aguentava correr mais de 100 metros, consegui, qualquer um consegue! É legal poder levantar essa bandeira de que o esporte é um dos caminhos para a limpeza tanto do corpo quanto da mente. Se eu conseguir com isso levar uma pessoa pra esse caminho, já me dou por satisfeito.

Agora, o porquê do título. É um trecho da música "Breathe", do Pink Floyd, que retrata bem o momento atual que estou vivendo:

"Run, Rabbit, run
Dig that hole
Forget the sun
And when at last the work is done
Don´t sit down, it´s time to dig another one...
"

Fonte: Coelho de Programa

Leia mais sobre: corrida

Assine a NewsLetter do CoelhoDePrograma e não perca mais nenhum artigo!

Gostou da matéria? Comente logo abaixo! mrgreen

Copyright - Marcelo Coelho