Coelho Dizeres Computador
[X] Fechar

Já conhece a NewsLetter do CoelhoDePrograma? Clique aqui e assine!

Só demora 30 segundos para se cadastrar e você recebe nossas notícias por email!

Seu nome:

Seu email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Dicas para quem tem alergia ou infecções
Enviar por email Compartilhe no Twitter

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016 - 12:36
PéFala, galera! Por diversos motivos, não consegui cumprir a promessa de atualizar o site toda sexta, mas antes tarde do que nunca! O assunto de hoje é a alergia, que me tirou 15 dias das minhas atividades físicas, além de me dar um susto danado.

Quem me conhece sabe que eu tive uma queimadura no pé direito quando tinha um ano e meio de idade. Essa queimadura foi de segundo grau e de alguma maneira que eu não sei explicar, fez com que a pele nesse pé nunca mais ficasse igual à do esquerdo. Na seca (e aqui em Brasília a seca é "de cum força"!), ocorre uma descamação da pele, e eu coço às vezes até sangrar (é, eu não devia, eu sei!), o que cria várias portas de entrada para infecções.

Quem pratica atividade física sabe que ela, a longo prazo, aumenta a imunidade, mas assim que termina (a curto prazo), baixa essa imunidade. Fiz um treino de 30 km (primeira vez que corri essa distância na vida), onde pisei em poças de água provavelmente infectada. Batata! Uma semana depois, tive a primeira infecção bacteriana, que me deixou de molho uma semana. O burro aqui fez o que quando voltou aos treinos? Foi treinar na areia... Resultado, outra infecção e mais duas semanas de molho.

O médico que me internou acha que a causa é alergia. A que ainda não sei, estou providenciando para começar a investigar. De qualquer maneira, recebi algumas dicas da minha nutricionista sobre alergias e infecções que acho legal passar para vocês. Antes, entretanto, como sou analista de sistemas e não médico, peço encarecidamente que vocês validem isso com algum médico de confiança. Dito isto, vamos lá!

Minha nutricionista disse que há três substâncias das quais um alérgico não deveria prescindir. Dei uma pesquisada na três e sugiro que vocês acessem os links nos nomes:

- Probióticos: Alimentos ricos em bactérias que produzem efeitos benéficos na flora intestinal (definição retirada do site Doce Limão), e que exercem algumas funções vitais no nosso organismo: favorecem a produção de vitaminas do complexo B e aminoácidos fundamentais ao sistemas imune e neurotransmissor; Aumentam a absorção e fixação de cálcio e ferro, além de outros minerais; Fortalecem o sistema imunológico (BINGO!); melhoram a capacidade do organismo se desintoxicar de excessos e venenos; Aumentam a produção de uma enzima que facilita a digestão da lactose, o que o torna de suma importância para quem tem intolerância à lactose. Acesse o link no nome da substância, a página contém muito mais informações!

- Ômega-3: Bom para o coração, pois minimizam coágulos de sangue, diminuindo, assim, as chances de derrame ou infarto, além de reduzem os níveis de triglicerídeos, outro tipo de gordura que é ruim para o organismo quando está elevada (definição retirada do site do Doutor Ícaro Alcântara). Outros benefícios são: Diminui o colesterol, Bom para a visão (porque participa do recobrimento da retina), para o cérebro (age na formação da bainha de mielina, um componente dos neurônios. Assim, ocorre a melhora do desempenho cognitivo, da atividade cerebral e comunicação entre as células do cérebro), combate a depressão (ajudam a aumentar a produção de diversos neurotransmissores como serotonina, dopamina e noradrenalina, melhorando assim o humor e o bem-estar), Alivia os sintomas da artrite reumatoide (possui ação anti-inflamatória. BINGO!), Ajuda no combate à obesidade (também por sua ação anti-inflamatória). Novamente, visite o link no nome da substância para maiores informações!

- Vitaminas do complexo B: No site de onde retirei a informação, a que trata especificamente sobre alergias parece ser a Vitamina B5: "A deficiência de vitamina B5 pode causar fadiga, formigamento nas mãos e pés, dores musculares, irritabilidade, depressão, distúrbios de sono, retardo de crescimento, queda de cabelo, envelhecimento precoce, artrite, alergias e estresse". Acesse... Ah, caramba, você já sabe!

Outras dicas legais que ela me passou:

- Cúrcuma com mel: Meia colher de chá após o almoço e o jantar.

- Lavar os pés com água fria: A gente estudou lá na aula de ciências da Tia Maricotinha que o ambiente propício para o desenvolvimento de bactérias é quente e úmido. Sendo assim, nada faz mais sentido que acabar um treino (assumindo que você que está lendo pratica atividade física), tirar imediatamente as meias e lavar os pés com sabão e água fria!

- Comer imediatamente após o treino: Quando fazemos um treino com muito volume ou intensidade, a imunidade desce rapidamente. "Reabastecer o tanque" logo após a atividade física faz com que o ritmo dessa diminuição seja mais lento.

- Pomada de calêndula: Possui propriedades analgésicas, antissépticas, anti-inflamatórias e cicatrizantes.

Para finalizar, reafirmo que como sou analista de sistemas e não médico, essas dicas devem ser validadas com algum médico de confiança. O propósito desse post é apenas servir de insumo para uma conversa com seu médico, se você sofre de um desses males!

E então, gostou? Tem alguma outra dica para ajudar no combate à alergia ou infecção? Então deixe um joinha e seu pitaco nos comentários!

Abraços, beijos e até a próxima!

Fonte: Coelho de Programa

Leia mais sobre: alergia, infecção, probióticos, ômega-3, vitamina, complexo b, cúrcuma, bactéria, calêndula

Assine a NewsLetter do CoelhoDePrograma e não perca mais nenhum artigo!

Gostou da matéria? Comente logo abaixo! mrgreen

Copyright - Marcelo Coelho