Coelho Dizeres Computador
[X] Fechar

Já conhece a NewsLetter do CoelhoDePrograma? Clique aqui e assine!

Só demora 30 segundos para se cadastrar e você recebe nossas notícias por email!

[X] Fechar

Seu nome:

Seu email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Duas dicas para melhorar sua resistência mental
Whats Email Mapa de imagens. Clique em cada uma das imagens

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020 - 08:05
tough runnerNo ensino médio, meu treinador de pista coberta sempre dizia à nossa equipe para "sair da zona de conforto!" Esse valioso treinamento de resistência mental sempre nos lembrava que a corrida certamente não é confortável...

E ao longo dos anos, minha capacidade de aprimorar a resistência mental em uma habilidade a ser usada à vontade tornou-se cada vez mais fácil.

No começo, não era assim:
  • Eu criticava os exercícios só porque não me sentia bem

  • Eu "me contentava" com o 2º ou o 3º lugar nas corridas porque tinha medo de acreditar em mim

  • Eu até desistia de provas sem nenhum outro motivo, a não ser que minha cabeça não estava no lugar certo
Ainda nos dias de hoje tenho experiências que abalam meu senso de autoconfiança.

Em 2015, iniciei e não finalizei uma ultramaratona (minha primeira e única tentativa).

Em 2019, fui desclassificado por cortar o percurso (por acidente) em uma prova de trilha.

Essas experiências abalaram minha autoconfiança e me fizeram questionar se eu possuía ou não alguma resistência mental.

Mas logo percebi que não estava abordando a resistência mental da maneira certa. Não se trata de você "tê-la ou não". É uma questão de "você está trabalhando nisso?"

Isso ocorre porque o treinamento em resistência mental é uma prática contínua que deve ser cultivada ao longo do tempo.

Você nunca finaliza o desenvolvimento dessa valiosa habilidade mental, assim como nunca pára de fazer treinos de qualidade, longões ou corridas de recuperação como corredor.

O que é resistência mental?

Existem muitas definições de resistência mental, mas vamos manter as coisas simples.

Nossa definição é:

A resistência mental é uma habilidade que permite que os corredores permaneçam positivos e corram com um nível de desempenho máximo sem sucumbir ao medo, desconforto, humilhação ou falha.

Vamos detalhar essa definição para entender realmente esse componente valioso da psicologia do desempenho.

Definimos resistência mental como uma habilidade, porque é algo que você pode melhorar. É aprendível. Não é algo estático como a sua altura. Pode aumentar ou diminuir, dependendo do seu treinamento.

Segundo, reconhecemos que "resistência" é na realidade "positividade". É uma crença eterna em sua capacidade, uma voz positiva que o incentiva a dar o seu melhor esforço, apesar dos contratempos. Manter-se positivo é um elemento central da resistência mental e significa que a pequena voz em sua cabeça é sua líder de torcida, não sua crítica.

Finalmente, nossa definição de resistência mental está focada no desempenho. Não estamos falando de fazer caretas, cerrar os dentes ou bater no peito antes ou durante uma prova. Isso não é resistência real.

Resistência real é a capacidade de permanecer mentalmente envolvido com uma prova e dar tudo de si, mesmo se você perder um copo de água, tiver uma parcial muito lenta ou muito rápida, ou o clima não for o ideal.

A resistência mental permite que você seja o olho da tempestade: um oásis de calma em um mar de caos.

Não importa o que esteja acontecendo ao seu redor: um curral de largada cheio, um chuvisco ou não atingir a parcial perfeita no quilômetro 2. Você permanecerá positivo, proativo e focado em produzir um desempenho máximo para si mesmo.

Corredores sem um alto nível de resistência mental sucumbem à distração, condições imperfeitas da prova, inconveniência e desconforto.

Mas não um atleta mentalmente apto. Não você.

Como criar resistência mental

Existem muitas maneiras de incorporar o treinamento de resistência mental em sua corrida. Hoje, vamos nos concentrar em dois:
  1. Treinamento

  2. Praticando a aceitação
Vamos começar com o seu treinamento.

A força mental flui da força física
É impossível desenvolver qualquer habilidade mental sentado no seu quarto e visualizando seu caminho para ser mentalmente resistente.

É por isso que se você deseja desenvolver resistência mental, primeiro precisamos garantir que seu treinamento seja sólido, adequadamente estruturado e adequadamente desafiador.

Uma de minhas clientes, Jennifer, disse bem:

"Minha mentalidade mudou depois que eu tentei executar treinos que eu não achava que poderia fazer antes. Isso não aconteceu imediatamente. Evoluiu com o tempo.

Comecei realmente a ver meu esforço diminuir com tempos cada vez mais rápidos. E foi aí que minha confiança realmente mudou.
"

E Adam menciona melhorias semelhantes na resistência mental depois de se concentrar em seu treinamento:

"A resistência mental vem de ter treinado sua mente como se treina o corpo. Você foi bem-sucedido em treinar meu corpo para fazer coisas que eu achava que não podia e que definitivamente criam resistência mental."

Seu plano de treinamento oferece a você as oportunidades de criar e expressar resistência mental:
  • Todo longão obriga a criar paciência, coragem e resolução

  • Cada treino testa sua capacidade de permanecer positivo quando você se sente desconfortável

  • As provas permitem que você teste essas habilidades e as aprimore

  • A consistência e a frequência dos treinamentos constroem a força mental para treinar com mais regularidade
Mas existem muitos hábitos de treinamento que minam a resistência mental:
  • Manter números de quilômetros semanais consistentemente baixos

  • Longões inconsistentes ou relativamente curtos

  • Não realizar treinos mais rápidos (ou executar exercícios esporádicos que nunca progridem)

  • Disputar provas pouco frequentemente
Nossa abordagem à resistência mental coloca o treinamento em primeiro plano, porque o humor segue a ação. Controlar todos os pensamentos que temos é entediante e contraproducente, mas controlar nosso comportamento é muito mais fácil, e estabelece as bases para a construção de um treinamento de resistência mental.

Pratique a aceitação
Desconforto, fadiga e até dores relacionadas à prova são experiências necessárias para qualquer corredor. E nosso esporte é único, pois quanto mais queremos sentir desconforto, melhor será o desempenho!

Sei que o choque da acidose durante uma prova curta e rápida pode ser perturbador. Ou o acúmulo constante de fadiga, tanto física quanto mental, em uma prova longa.

Entretanto, para permanecer efetivamente mentalmente resistente durante as adversidades, devemos aceitar o desconforto. De fato, devemos adotá-lo como uma parte necessária da corrida. Porque o desconforto diz que você está se esforçando para melhorar e não se instalando na sua zona de conforto.

Devemos aceitar que correr muito é desconfortável. E tudo bem! Aceite que é difícil, porque sem isso você nunca melhorará.

É como o lendário treinador de cross country Mark Wetmore descreve corredores x jogadores de futebol:

"No futebol, você PODE levar uma porrada, mas entra com a expectativa de que possa se machucar e espera vencer e sair ileso.

Como corredor de distância, você SABE que vai levar uma porrada. Corredores de distância são especialistas em dor, desconforto e medo. Você não sai se sentindo bem. É uma questão de com quanta dor você pode lidar nesses dias. Não é uma estratégia. É apenas a mente e do corpo calejados de lidar com o desconforto.

Qualquer corredor sério se recupera. Essa é a natureza do jogo deles. Aguentar a dor.
"

Muito parecido com a aceitação é o estágio final do luto. E é o único estágio produtivo. Devemos acolher a adversidade.

Isso não significa que necessariamente gostamos do desconforto da corrida ou dos muitos obstáculos que ela nos coloca, mas os reconhecemos como partes inevitáveis do esporte.

Agora vamos a você: como você incorpora o treinamento de resistência mental em sua corrida? Como você trabalha nessa valiosa habilidade mental?
Traduzido do site StrengthRunning.com

Fonte: StrengthRunning.com (traduo: CoelhoDePrograma)

Leia mais sobre: mental

Assine a NewsLetter do CoelhoDePrograma e não perca mais nenhum artigo!

Gostou da matéria? Comente logo abaixo! mrgreen

Copyright - Marcelo Coelho