Coelho Dizeres Computador
[X] Fechar

Já conhece a NewsLetter do CoelhoDePrograma? Clique aqui e assine!

Só demora 30 segundos para se cadastrar e você recebe nossas notícias por email!

Seu nome:

Seu email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Corra só pelo prazer de correr de vez em quando
Compartilhe no WhatsApp Enviar por email Compartilhe no Twitter

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017 - 10:41
runners smilingFala, galera!

Quem me conhece sabe que quando começo uma coisa, gosto de levar a sério. Às vezes sério até demais. A exemplo de quase tudo na minha vida, assim é com a corrida.

Não me arrependo disso, acho disciplina uma coisa importante, mas tem horas que realmente precisamos dar um "refresco", tanto na corrida quanto nas outras coisas da vida.

E é justamente isso que esse excelente artigo do site MotivRunning veio me lembrar: correr de vez em quando apenas pelo prazer de correr, agradecendo a Deus pela oportunidade, curtindo o contato com a natureza e deixando o relógio em casa ou virado pra baixo no pulso. Bora dar uma lidinha? mrgreen
Exceto nas provas, as corridas são muitas vezes "encaixadas" antes ou depois do trabalho ou no almoço. Para muitos corredores, o treinamento é feito porque você "precisa" fazê-lo para se preparar para uma próxima corrida. Como corredores, muitos de nós são poéticos sobre o nosso amor à corrida, mas as corridas são muitas vezes apressadas ou parte de um dia atarefado. Não é uma crítica, a vida acontece.

Claro, nossas vidas, saúde e condicionamento físico são melhorados devido a corridas diárias, mas o corredor (ou talvez apenas esse corredor) fica muitas vezes querendo algo mais.

Como uma aventura. Quando foi a última vez, fora uma prova, em que uma corrida foi o seu dia, não apenas um item em uma longa lista de tarefas? Com uma temporada de feriados e férias no horizonte e o treino indo "para o banco de trás" (pelo menos para muitos de nós), agora é um bom momento para fazer uma corrida única. Programe algumas horas ou metade de um dia para você e veja o que você pode descobrir pelos seus próprios dois pés.

Algumas semanas atrás, decidi que era hora de revisitar uma pista favorita antes que a neve do Colorado se tornasse muito funda. É uma rota de bate-volta para as montanhas, com uma fonte de água natural no ponto de volta. A rota é de cerca de 15 km em cada caminho com mais de 900 metros de subidas e descidas. Muitas pessoas caminham e passam a noite, mas também usam como uma corrida de um dia - a subida pode demorar um pouco, mas o mergulho suave nas fontes termais e a descida na volta tornam a tarefa possível e vale a pena o esforço. Convenci um amigo a se juntar a mim, empacotamos um monte de lanche, água e camadas extras de roupa e fomos.

Nós nos conhecemos no caminho de partida e antes de darmos nossos primeiros passos ficamos sem sinal de celular - o que significa que não haveria mais e-mails, textos, telefonemas ou atualizações de redes sociais. Então, planejada ou não, adicionamos uma desintoxicação digital à aventura. O nosso dia era só sobre exploração a pé, imersos na natureza e concentrados no momento - mesmo que nesses momentos estivéssemos famintos ou cansados. Concordamos desde o início sobre como preencher o nosso tempo, e, incluindo o tempo a pé e um longo mergulho nas fontes termais, ficamos fora mais de 6 horas. De chuvas de neve ao céu azul, uma trilha vazia para incríveis vistas para a montanha, tudo foi fabuloso. Não havia medalha de finisher, camiseta especial nem registro no Strava. Em vez disso, voltamos para o início vazio da trilha, e pegamos nossos caminhos separados nos sentindo esfomeados e felizes com nosso dia de aventura pura e pessoal.

Dedicar um dia para correr não precisa necessariamente ter longos quilômetros ou sair da planilha. Criei "feriados" de corrida pessoal para correr nos monumentos em Washington, DC; comer "junk food" ao longo de uma estrada da praia em Nags Head na Carolina do Norte; explorar uma estrada de terra ponto-a-ponto ao sul de Monterey, Califórnia (que exigiu uma carona de volta ao início); e passear por todas as aldeias de uma ilha das Bahamas (onde me apaixonei pela água de coco).

Adapte a corrida para que seja agradável e factível para você. Faça um passeio histórico por sua cidade, enfrente uma rota atrativa, corra de parque a parque ou de pico a pico, entre cidades ou de museu a museu. O objetivo é fazer da corrida o objetivo principal do seu dia. Explore, veja algo novo à direita da sua porta dos fundos, fique exausto e lembre-se porque você gosta de correr.
É isso galera. Aproveito pra deixar votos de um Feliz Natal e um excelente 2018, além um obrigado aos meus vinte e poucos assinantes!

Abraços, beijos e continuem comigo em 2018! mrgreen

Fonte: Motivrunning.com (tradução)

Leia mais sobre: corrida

Assine a NewsLetter do CoelhoDePrograma e não perca mais nenhum artigo!

Gostou da matéria? Comente logo abaixo! mrgreen

Copyright - Marcelo Coelho