Parceiros
[X] Fechar

Já conhece a NewsLetter do CoelhoDePrograma? Clique aqui e assine!

Só demora 30 segundos para se cadastrar e você recebe nossas notícias por email!

[X] Fechar

Seu nome:

Seu email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Corra mais rápido escutando a sua respiração
Telegram Whats Email Mapa de imagens. Clique em cada uma das imagens

sexta-feira, 27 de novembro de 2020 - 07:42
runner breathingQuando se trata de exercícios, frequentemente nos vemos extremamente enrolados. No treinamento de força, nos perdemos no tipo de exercício, nas séries e repetições e na velocidade da barra. Na corrida, observamos diferentes zonas de velocidade ou intensidade, frequência cardíaca, duração dos intervalos e das recuperações. É fácil se perder nos detalhes.

No espírito do boletim informativo da semana passada, onde discuti o perigo da complexificação, esta semana vou fornecer as chaves para o treinamento para qualquer evento de resistência da forma mais simples possível. Em vez de prescrever o que fazer com base em quilômetros ou velocidade, vamos usar algo a que cada um de nós tem acesso a cada segundo do dia: nossa respiração. Aqui está o que quase todo atleta de resistência deve ter em sua semana de treinamento:

1. Seu amigo tagarela: fale com facilidade

A grande maioria de seus treinos deve ser fácil o suficiente para ter uma conversa completa. Sim, uma conversa completa. Se você estiver sofrendo para conversar, desacelere ou até mesmo ande. Tive mais conversas nas minhas corridas do que em qualquer outro momento da minha vida. É o segredo para correr tantos quilômetros. Oitenta a noventa por cento de sua semana de treinamento deve ser cheia de conversas. O difícil é a cereja do bolo.

2. Fale como um tímido em uma festa: algumas frases aqui ou ali

Um dia por semana, gaste entre 10 a 30 minutos no total (pode ser dividido da maneira que quiser), onde seu nível de esforço equivale à capacidade de dizer cerca de duas frases curtas (por exemplo, "Estou me sentindo muito bem hoje. Eu consegui"). Isso é viver no limite do território, onde você está apenas um pouco aquém da linha de fadiga e se você for além, as coisas irão piorar rapidamente. Eu chamo isso de "surfar na onda". Tudo está ótimo quando você pegou a onda, então não tente ser extravagante, se esforçar demais e ter que desistir antes que a onda termine. Se você achar que sua respiração está ficando fora de controle, diminua um pouquinho.

3. Fale como um adolescente: use apenas uma ou duas palavras.

Um dia por semana, passe algum tempo em que sua respiração esteja um pouco fora de controle, onde você possa dizer uma palavra ou duas, talvez aumentando para uma frase curta, mas nada mais do que isso, ou você terá problemas. Estes são os exercícios nos quais, após cada repetição, você deve passar algum tempo recuperando o fôlego. (Nota: recupere o fôlego como quiser, mãos nos joelhos está perfeitamente bem. Apesar do que seu professor de educação física lhe disse, você não precisa ficar em pé com as mãos sobre a cabeça!) Quanto tempo? Depende de qual é o seu objetivo. Você pode correr muito rápido para ficar sem fôlego ou relativamente rápido com um breve descanso. Você decide! Basta fazer algo que o faça sentir um pouco de queimadura nos músculos. Não há necessidade de exagerar.

4. Seja o cara calmo: rápido e capaz de falar

A última categoria é o que gosto de chamar de treino de ritmo, onde o objetivo não é se cansar ou sentir fadiga, mas sim acostumar o corpo a correr rápido. Este treino pode ter um dia próprio, com aquecimento e arrefecimento, ou para corredores regulares, pode ser acrescentado a um daqueles dias fáceis/completos de conversa. Mantenha-o curto e suave, entre 10 a 30 segundos de duração para cada repetição. Dependendo da velocidade com que você está indo, faça a recuperação necessária depois. Quantas repetições você deve fazer? Quão rápido você deve ir? Encaixe um ritmo que seja rápido, mas permaneça relaxado e não acumule fadiga. É simples assim.

Os atletas que treino fazem treinos mais difíceis que isso. Mas a maioria de nós não está tentando correr uma maratona em 2:25. Estes são os princípios básicos para correr rápido: corra longa e calmamente, à beira do desconforto. Fique sem fôlego de vez em quando e aprenda a correr rápido, mas relaxado.
Traduzido do site ScienceOfRunning.com

Fonte: ScienceOfRunning.com (traduzido por CoelhoDeProgra

Leia mais sobre: respiração, treino

Assine a NewsLetter do CoelhoDePrograma e não perca mais nenhum artigo!

Gostou da matéria? Comente logo abaixo! mrgreen

Copyright - Marcelo Coelho