Parceiros
[X] Fechar

Seu nome:

Seu email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Como aumentar sua resistência à fadiga
Compartilhe! Telegram Whats Email Mapa de imagens. Clique em cada uma das imagens

quarta-feira, 18 de agosto de 2021 - 07:40
tired runnerNo mundo da corrida de longa distância, estamos constantemente tentando descobrir o que torna um corredor melhor do que outro e o que separa o melhor dos melhores do resto do grupo. Existem muitos fatores que criam um bom corredor, incluindo eficiência, VO2 máximo e limiar aeróbio, mas, ultimamente, os especialistas têm se concentrado em uma nova peça do quebra-cabeça: a resistência à fadiga. Há relativamente pouca pesquisa sobre isto e muito pouco se sabe sobre como ou por que alguns parecem ter mais resistência do que outros, mas uma coisa é certa: se você puder melhorá-la, será um corredor melhor. Confira essas dicas para aumentar sua resistência à fadiga para detonar seu recorde pessoal em sua próxima prova.

Treine subidas

As subidas tornam as suas pernas mais fortes e resistentes, o que se torna extremamente importante nos últimos quilômetros da sua prova, independentemente da distância para a qual treine. Pernas fortes permitem que você supere o cansaço para manter seu ritmo e são necessárias se você planeja dar um sprint final matador.

Faça treino de força

Além do treinamento de subidas, a outra maneira de obter pernas fortes (e um corpo mais forte em geral) é ir para a sala de musculação. Se quiser uma adaptação muscular ainda maior, experimente fazer o trabalho de força depois da corrida, quando as pernas já estão cansadas.

Abasteça adequadamente

Isso significa comer alimentos suficientes (especialmente carboidratos) e beber bastante água. Treinar quando você está com pouco combustível ou em um estado de depleção de glicogênio piora a resistência à fadiga, e ensinar seu corpo a correr nesse estado não se traduz em melhor resistência à fadiga, uma vez que de repente você dá a seu corpo o que ele precisa. Isso é especialmente verdadeiro para atletas do sexo feminino. Se você quiser praticar a manutenção do ritmo nas fases finais da corrida, dê ao seu corpo o que ele precisa para fazer isso.

Injete um pouco de velocidade em seus longões

Não, você não precisa fazer isso o tempo todo, nem deveria. Programar periodicamente uma longão com uma seção mais rápida no início, meio ou fim, entretanto, pode ajudar muito a ensinar seu corpo a superar a fadiga.

Faça um polimento apropriado

Se você quer ter um bom desempenho no dia da prova, precisa dar ao seu sistema muscular e neuromuscular (também conhecido como seu cérebro) uma chance de se recuperar totalmente. Seu sistema neuromuscular geralmente leva muito mais tempo do que o resto do seu corpo para se recuperar após um grande esforço, e é por isso que um polimento adequado antes de uma prova é tão importante. Mesmo que seus músculos estejam bem na linha de largada, se seu sistema neuromuscular não estiver totalmente recuperado, você provavelmente sentirá os efeitos disso mais tarde na prova.

Não treine demais

Repetimos: não treine demais. Isso pode acontecer porque você está correndo muito ou porque não está se recuperando adequadamente entre as sessões. Muito provavelmente é uma combinação de ambos. De qualquer forma, se você está constantemente fazendo muito e não se dando a chance de se recuperar, você acabará esgotando os recursos do seu corpo e sua resistência à fadiga irá piorar. Conheça os sinais e sintomas do overtraining e, se os perceber em si mesmo, é hora de fazer algumas mudanças.
Traduzido do site RunningMagazine.ca

Fonte: RunningMagazine.ca

Leia mais sobre: fadiga

Copyright - Marcelo Coelho