Parceiros
[X] Fechar

Seu nome:

Seu email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Aprenda a controlar o ritmo da corrida sem GPS
Compartilhe! Telegram Whats Email Mapa de imagens. Clique em cada uma das imagens

segunda-feira, 21 de agosto de 2017 - 09:57
corredores quenianoFala, galera! Depois de uma pequena pausa, por motivos pessoais, estamos de volta, e pra variar, falando de corrida! mrgreen

Meu treinador Ranon vive falando, meio em tom de brincadeira e meio sério, sobre o modo Nutella e o modo Raiz de correr. A diferença, para ele,está justamente em usar ou não usar o GPS. Diz ele que aprender a "sentir" o ritmo da corrida mesmo sem usar o GPS é uma habilidade que todo corredor precisa dominar.

Neurótico por perfeição como sou, imediatamente passei a classificar como "bons" ou "ruins" os treinos de acordo com o meu sucesso no controle do ritmo.

Eu já havia traduzido antes uma outra matéria falando sobre como pode ser bom dar um tempo do seu Garmin, mas essa matéria do excelente site Competitor.com, além de falar sobre a importância disso, dá algumas dicas pra aprender essa verdadeira "arte". Bora dar uma lidinha? mrgreen
Eu corro há 17 anos, portanto, "cresci" como corredor muito antes GPS de corrida alta tecnologia de hoje em dia. E sabe de uma coisa? Eu quase sempre consigo dizer o ritmo em que estou correndo sem precisar olhar para um relógio. Tive o benefício de aprender a sentir ritmos antes que a tecnologia interferisse com essa habilidade.

Hoje em dia, acho que muitos corredores sofrem para aprender o ritmo porque sempre têm um relógio para dar feedback instantâneo. No entanto, por mais que você ame o feedback que seu relógio lhe dá durante uma corrida, adivinhe o que? Raramente ele será preciso em relação às marcas reais de quilômetros de uma corrida. E essas são as divisões de quilômetros que contam. É mais útil saber qual é o seu ritmo de corrida ideal e depois verificá-lo contra o marcador oficial do quilômetro.

Além disso, a tecnologia pode falhar. Já viu seu Garmin "morrer" durante uma corrida? Ou não pegar satélites em um ambiente urbano? Que tal em trilhas? Provavelmente você nem sempre vai poder depender do seu GPS.

Dominar o ritmo corretamente importa porque quando você corre porque você quer ter certeza de que não vai sair muito rápido. Considere o fato de que ir apenas seis por cento muito rápido na primeiro quilômetro de um 5K é praticamente afundar sua corrida.

Então, meu conselho: aprenda como acelerar. Como? Depender um pouco menos do seu GPS é um bom ponto para começar. Na próxima vez que você sair para uma corrida, tente correr o primeiro quilômetro sem olhar para o relógio. Quando você obtiver do relógio o sinal do quilômetro completado, dê uma olhada no resultado. Como sentiu esse quilômetro em comparação ao que você vê no relógio? Ajuste o seu ritmo para mais ou para menos. Em seguida, verifique novamente no próximo marcador de quilômetros e anote a diferença de sensação.

Vá para uma pista usando um cronômetro antigo, é outro ótimo lugar para praticar. Corra os quilômetros e verifique os resultados apenas nos quartos de quilômetro. Ou pratique a corrida num percurso onde você conheça os marcadores de quilômetro aproximados usando um relógio da "velha guarda". Observe como você se sente com cada divisão de quilômetros.

Você não vai aprender da noite para o dia, mas, como em qualquer coisa, a prática leva à perfeição. Escolha uma ou duas corridas por semana para se dedicar à habilidade. Antes que você perceba, será capaz de dizer em que ritmo está em cada corrida que fizer.

Fonte: Competitor.com

Leia mais sobre: garmin, gps, pace, ritmo

Copyright - Marcelo Coelho