Parceiros
[X] Fechar

Já conhece a NewsLetter do CoelhoDePrograma? Clique aqui e assine!

Só demora 30 segundos para se cadastrar e você recebe nossas notícias por email!

[X] Fechar

Seu nome:

Seu email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Aprenda a amar a corrida solo
Whats Email Mapa de imagens. Clique em cada uma das imagens

terça-feira, 13 de outubro de 2020 - 12:24
running aloneO conselho de especialistas em saúde sobre o distanciamento social é a chave para conter a nova pandemia de coronavirus. Esse conselho, no entanto, significa que a maioria de nós correrá solo por semanas ou meses.

Para alguns corredores, isso é um desafio. Correr com outras pessoas pode ajudá-los a cumprir seus planos e passar pelos minutos e quilômetros de qualquer nível de treinamento. Sem esse suporte, você pode se sentir um pouco assustado com a perspectiva de correr sozinho. Você pode até se preocupar em sair de sua rotina normal de corrida.

Mas há muitas coisas em que você pode se concentrar para tornar a corrida solo mais fácil e agradável do que você poderia imaginar. Tudo começa aprendendo a manter seus hábitos e horários regulares de treinamento.

Não largue o hábito

Se você estava treinando para uma grande prova como uma maratona, agora é um bom momento para reduzir o volume e a intensidade semanais e redefinir o foco. Mas isso não significa parar completamente. Manter alguns de seus hábitos normais de corrida ajudará a manter os ganhos obtidos durante o ciclo de treinamento anterior.

Manter os hábitos de treinamento pode ser difícil, especialmente se você não tiver mais sessões de grupo estruturadas para participar. Os hábitos geralmente são acionados por um gatilho (como um lembrete para entrar em uma corrida em grupo) e, quando esses gatilhos desaparecem, nossas ações também podem mudar.

Uma solução é reconhecer outros gatilhos que manterão seus hábitos de corrida. Você pode correr em seu tempo normal de treinamento (um gatilho), mesmo que sua corrida seja mais curta do que antes. Da mesma forma, colocar seu equipamento de corrida na primeira hora da manhã (um gatilho) e colocar seus tênis de treinamento ao lado da porta (um gatilho) o ajudarão a manter um cronograma de treinamento regular.

Criar planos para enfrentar os desafios também o manterá no caminho certo. Pode ser útil pensar neste plano como tendo uma parte se e uma parte então. O se é o evento e o então é o que você fará em resposta. Quando você se sente menos motivado para correr sozinho, por exemplo, um plano que diz: "Se eu não tiver vontade de correr, então colocarei meus tênis e sairei antes de decidir" pode ajudá-lo a começar a correr. Assim que começarmos, é mais provável que continuemos! As estratégias a seguir também ajudarão a tornar a corrida solo mais fácil e agradável.

Desligue-se

Se você consegue correr com segurança em um parque, praia ou trilha natural, isso pode melhorar sua experiência de corrida solo. Correr em qualquer lugar é uma ótima maneira de melhorar nossa saúde mental. Entretanto, pesquisas recentes também mostraram que os exercícios em ambientes naturais ajudam ainda mais a reduzir o estresse e a preocupação e a melhorar nosso humor. Focar na paisagem e nos sons da natureza também torna a corrida mais agradável e divertida, desviando sua atenção do desconforto que você poderia sentir.

Se correr na natureza não é uma opção, ouvir música pode ser uma ótima maneira de passar o tempo de treinamento solitário. A música ajuda a tornar a corrida mais agradável, divertida e com menos esforço. Ao montar sua playlist, escolha músicas que você considere motivadoras. Músicas que correspondem à cadência de passos por minuto ajudam no ritmo da corrida. Se você está acostumado a bater papo com um parceiro que está correndo, os podcasts também podem ser uma excelente maneira de se desligar, ouvir uma boa conversa e aumentar seu aprendizado ao mesmo tempo. Lembre-se de manter a segurança se estiver usando fones de ouvido, especialmente se estiver correndo em estradas movimentadas.

Aprenda: Controle o ritmo como um profissional

Embora a sintonia possa afastar sua mente das sensações relacionadas ao esforço, sintonizar como você se sente e desenvolver suas habilidades mentais pode tornar a corrida solo mais fácil e beneficiar seu desempenho. Perceber a tensão nos músculos ou no rosto, por exemplo, e usar isso como uma deixa para relaxar as mãos, os braços ou até mesmo sorrir, tudo isso pode melhorar sua economia de corrida.

Da mesma forma, focar periodicamente em sua respiração ou em como você se sente pode aumentar suas habilidades de ritmo. Um dos maiores erros que os corredores cometem em provas é ir muito forte no início e, finalmente, sofrer as consequências desagradáveis à medida em que a prova avança. Sintonizar como você se sente pode ajudá-lo a evitar esse cenário. Perceber que sua respiração está muito pesada pode ser uma dica para desacelerar, por exemplo. Portanto, em vez de desviar a atenção dessas sensações, usá-las como fonte de informação pode evitar finais de prova desagradáveis e beneficiar seu desempenho.

As habilidades de ajuste fino de ritmo o deixarão melhor preparado quando sua prova finalmente chegar. Também pode ser divertido fazer disso um jogo no treinamento. Tente correr 2 km no que parece ser um certo ritmo (digamos, 5:36'/km) e verifique o relógio apenas quando a distância estiver completa. O quão perto desse ritmo você chegou? Repetir essa estratégia não apenas ajuda a ultrapassar os quilômetros de treinamento, mas também o ajudará a aprender como são os diferentes ritmos e a evitar ir muito forte no início da próxima prova.

Você pode até descobrir que correr sem relógio pode ajudá-lo a se reconectar com a diversão e o prazer de correr. Depois de um intenso período de treinamento na preparação para a prova adiada, simplesmente correr sem nenhum planejamento de tempo ou distância pode ser uma experiência libertadora.

Aprenda: Fale como um profissional

Outra habilidade mental em que você pode não se concentrar ao correr com outras pessoas é sua própria conversa interna - aquelas coisas que dizemos a nós mesmos em nossas próprias cabeças. Muitas vezes, quando a corrida fica difícil, como aos 32 km de uma maratona, nossos pensamentos tornam-se negativos, como: "Por que estou fazendo isso?" ou "Não consigo continuar!" Você pode repetir coisas semelhantes quando de repente está correndo sozinho o tempo todo.

Entretanto, aprender a lidar com o desconforto que leva a esses pensamentos é importante. Estudos têm mostrado que repetir declarações mais positivas ou motivacionais como "Você pode fazer isso" ou "Continue, não desista" ajuda a tornar mais fácil correr, aumenta sua confiança e ajuda você a superar os momentos difíceis.

Porém, mudar sua conversa interna e desenvolver declarações mais positivas e motivacionais exige prática. Seu solo nas próximas semanas ou meses pode ser um ótimo momento para tentar isso. Execute as seguintes etapas:
  1. Identifique o tipo de pensamentos que você normalmente tem quando a corrida fica difícil.

  2. Desenvolva uma lista de declarações motivacionais para combater esses pensamentos negativos.

  3. Pratique suas novas afirmações de conversa interna e encontre aquelas que funcionam melhor para você.

  4. Planeje quando elas podem ser mais úteis para você no futuro.

Defina, diga, veja

Manter o compromisso com a corrida solo nos próximos meses pode ser um desafio. Definir algumas novas metas que o inspiram, como completar uma prova reprogramada, definir um tempo que você gostaria de alcançar ou identificar uma habilidade mental que deseja desenvolver até lá ajudarão você a recuperar o foco.

Também há muitas coisas que você pode fazer para ajudar a atingir seus objetivos. Contar aos outros, como seu grupo de corrida habitual, sua família ou amigos sobre seus novos objetivos de corrida pode ajudá-lo a permanecer comprometido com eles. Essa tática pode ajudar na sua motivação nos dias em que você não tem vontade de correr. Seu compromisso pode inspirar outras pessoas a redefinir seus objetivos também.

Usar imagens mentais para se ver na linha de largada ou levantando os braços ao cruzar a linha de chegada pode aumentar seu comprometimento e ajudá-lo a se manter motivado durante os próximos meses. Você também pode usar imagens para se visualizar superando momentos difíceis da prova, como pensamentos sobre desistir, usando suas novas habilidades de conversação interna. Isso não apenas ajudará na sua preparação, mas também criará sua crença de que você pode lidar com quaisquer desafios que surgirem durante sua próxima prova.

Juntas, estratégias como desligar-se, melhorar seu ritmo, aprender a relaxar ou desenvolver sua fala interna podem ajudar a tornar a corrida solo mais fácil e agradável de fazer. Além disso, o refinamento dessas habilidades o ajudará a se sentir melhor preparado e mais confiante quando chegar à linha de partida para sua próxima prova. Como não amar nisso?
Traduzido do site RunnersWorld.com

Fonte: RunnersWorld.com (traduzido por CoelhoDePrograma)

Leia mais sobre: coronavirus, mental

Assine a NewsLetter do CoelhoDePrograma e não perca mais nenhum artigo!

Gostou da matéria? Comente logo abaixo! mrgreen

Copyright - Marcelo Coelho